Telefonia, Asterisk e Voip – Hipsters #79

O papo desse episódio é com o pessoal de uma startup que trabalha com telefonia, VoIP, Asterisk, PABX e várias outras coisas que você provavelmente já ouviu falar mas não faz ideia de como funciona.

E para esse episódio, além do host Paulo Silveira estamos com o time de fundadores da Teravoz:

Links:

Produção e conteúdo:

  • Alura Cursos online de Tecnologia
  • Caelum Ensino e Inovação

Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

Leave a Reply

17 Comentários

  1. Marcelo Brantes

    Podia ter focado mais no Asterisk em si. O podcast acabou sendo muito focado em como a solução da Teravoz funciona, ao invés de focar em todo potencial que o Asterisk tem. A questão da URA, por exemplo, é possível fazer muita coisa bacana com Asterisk (inclusive via interface web, simples e fácil). Ouvindo o podcast não dá pra entender de fato o potencial que o Asterisk tem, como uma solução open source, sem qualquer custo direto, e com dezenas de recursos e funcionalidades.

    • Paulo Silveira

      oi Marelo. Achei que ficaria muito pesado entrar só no asterisk, ja que poucos conhecem URA, PABX e como telefonia funciona. Alias, era o meu caso. Mas merece sim um episodio so sobre os recursos

  2. Angelo de Barros Delphini

    Parabéns pelo bate papo, sobre Asterisk Framework. Gostei muito da objetividade das informações. Sou professor de Asterisk Framework desde 2001. O que vejo é que cada vez mais necessitamos de desenvolvedores com ótimo grau de capacitação para atender as demandas das empresas que estão neste campo, que é a Teleinformática. Sou desde 2010, CAO (Chief Academic Officer) da Fundação Asterisk Libre, e temos como finalidade capacitar profissionais para o mercado. Desde 2015 ministro aulas sobre Asterisk Framework no CT Novatec. Mais uma vez parabéns pelo exelente bate papo! Valeu!

  3. Tiago Aguiar Moreira

    Indiquei a empresa para um amigo que está procurando uma nova oportunidade, mas ele olhou no Hipsters Jobs e não achou nenhuma vaga para a empresa Teravoz. Acabei de conferir e realmente não tem. Será que já preencheram as vagas que precisavam?

  4. Paulo Eduardo Fagundes Santos

    Tenho uma sugestão Desenvolvimento de Jogos!! Game Designer, Linguagens, Engines, O que é melhor Unity ou Unreal, Dev de Jogos no Brasil.
    Pode ser???

  5. Márcio

    Galera, programo em PHP usando o XAMPP, mas sempre que termino a programação (rodando liso em minha máquina), faço o upload para o servidor final e… Bugs infinitos. Ai mais alguns dias corrigindo.

    Existe alguma alternativa (Não muito avançada 🙂 para esse problema?
    Vi que na hospedagem da Umbler é a feature mais votado e mais antiga, um ambiente de teste exatamente igual ao de produção.

    Alguém tem alguma dica?

    • Carlos Junior

      Olá Márcio , eu sugiro fortemente que você pesquise sobre contêiners (docker) tem até um podcast aqui no hipsters sobre isso , você baixa um docker Linux a sua escolha já pronto com Apache ou NGinx que simula um ambiente mais próximo ao de produção.
      Essa solução veio para acabar com o problema de ” na minha máquina funciona.”.

      • Márcio

        Muito obrigado, Carlos!
        Estou pesquisando agora mesmo sobre o assunto.
        Abraços!

  6. Gedson Junior

    Onde trabalho a ura tem reconhecimento de voz. Depois de alguns atendimentos o sistema associa a voz do cliente com o contato registrado no CRM, para evitar de ter q fazer positivações com frequência. Sabem como funciona esse sistema?

    • Carlos Junior

      Opa , tudo bem Gedson… Esse reconhecimento de voz se chama ASR , a AWS oferece isso como serviço que se não me engano se chama “LEX” e parece ser bem tranquilo de implementar. Fora a AWS existe a “Nuance” (multinacional pioneira nesse segmento) que também implementa , e no Brasil existe também a CPQD ,empresa incubada em Campinas que tem obtido ótimos resultados … os preços são um pouco salgados para contratação com ambos e o projeto precisa ser muito vantajoso, na AWS a gente consegue explorar um pouco mais sem estourar o cartão de crédito.
      Nunca trabalhei nesse modelo de associar um som a um cliente, sempre trabalho com reconhecimento de voz para automatizar atendimento mas imagino que seja na mesma linha… no final tudo é bit e byte.

      • Gedson Junior

        Show! Acredito que a tendência agora é cada vez mais ser usado esse tipo de serviço.

  7. Erlangueiro

    Muito bacana esse episódio. Eu também via Asterisk por aí mas não tinha ideia do que realmente era.

Next ArticleMac OS vs Windows – Vida de Hipster #41