Breve Historia da Implantação de Sistemas na Web – Hipsters #95

Vamos voltar no tempo e falar como era colocar um site no ar no passado e como é hoje em dia. Um episódio super legal sobre devops!

Participantes:

Links:

Produção e conteúdo:

  • Alura Cursos online de Tecnologia
  • Caelum Ensino e Inovação

Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

Leave a Reply

25 Comentários

  1. Dudu Indo

    Conheço uma empresa de convênio bem famosa que ainda usa máquina física rodando Windows Server. hahah’

  2. Marcos

    Eu ainda uso o FTP + FileZilla em 98% dos projetos em que eu participo. Por mais incrível e estranho que pareça, isso é muito comum pois os serviços de hospedagem ainda fornecem FTP para realizar o deploy.

    Para complicar ainda mais a situação, nesses hosts mais famosos do Brasil quem usa ambiente Windows para rodar a aplicação nem tem a opção de usar Git.

  3. gabriel batista

    Eu uso o heroku, mas é de graça, pelo menos que eu saiba, cadastrei meu cartão pra usar o MySql, mas não me cobra nada.

  4. Fiquei chocado com vocês falando de FTP e cPanel como algo do passado. Uso ainda diariamente em praticamente tudo quando projeto. FileZilla é vida. =P

  5. Murilo Wippel

    Vim para ter certeza q tem mais gente que ainda usa cpanel e filezilla kkkkk o Filezilla pra jogar os arquivos para o server de produção em projetos pequenos de sites e aplicações PHP é uma mãe, e o cPanel tb é uma ótima ferramenta, bem prática. Pra projetos pequenos, as vezes não vale a pena utilizar tanta tecnologia “hipster” pra simplesmente jogar um arquivo PHP e criar um MySql que vai ter 10 tabelas. As revendas ainda existem, e o problema de “cai um, cai tudo” é complicado, principalmente se a hospedagem é estilo loc@ web, que a previsão de voltar o servidor pro ar é sempre o dobro da meta.

    • Gabriel Cardoso

      Coisa mais normal do mundo até hoje hospedagem compartilhada. Infelizmente. Não algo que não existe mais.

  6. Daniel Araújo

    Até pouco tempo atrás eu tinha aqui na empresa um servidor com ip fixo rodando uma api. Optamos por fazer assim porque essa api tinha que consultar duas bases de dados locais. Fizemos uma experiência colocando essas duas base na nuvem, mas o desempenho não ficou muito bom, porque os sistemas eram legados com mais de 20 anos, e não foram feitos pensando muito em desempenho. Para contornar a situação, a api que era pra ser só de consulta, foi alterada para trabalhar também com inclusões, alterações e exclusões de dados. Criamos um banco para ela, e colocamos tanto o banco quanto a api na nuvem. E alteramos os sistemas legados para sincronizar os dados com a api.

  7. Julio Bitencourt

    Ouvindo o episódio no carro e bateu aquele momento de nostalgia. Voltei ao ano 2000. A stack era Microsoft Front Page + GIF Movie Gear + Um editor de imagens que não lembro qual era. O client de FTP eu nem lembro o nome também, mas devia ser o Cute FTP. Filezilla só usei bem depois.

    Eu trabalhava no setor financeiro de um provedor de internet que tinha um datacenter, mas não podíamos usar para nada que não fosse relacionado ao serviço de internet prestado. Então o pessoal ligou uma máquina linux no escritório mesmo. A máquina ficava rodando um app com a stack LAMP e com certa frequência alguém tinha que plugar monitor e teclado para dar manutenção. Eu ficava só de olho…

    Hoje estou estudando Ansible e me virando nos trinta para dar conta de um produto inteiro rodando na nuvem.

    P.S O linhares é uma enciclopédia! Muito bom este episódio

  8. Fernando Boaglio

    boas lembranças, lembro no começo onde era tudo estático, no Linux tinhamos o http://ncftp.org que era um super FTP até com autocomplete, scripts prontos para upload e download, usei bastante. Depois no mundo Java o primeiro trauma foi usar a Locaweb e fazer deploy no Tomcat 4… era compartilhado e eles faziam restart todo dia 4 AM… se sua aplicação não subisse por algum motivo, não tinha restart no meio do dia, tinha que esperar até a madrugada seguinte… era triste!

  9. Diego Leitão

    Pra quem trabalha com sistema legado em php e ainda é usuário diário do filezilla, esse podcast é um tapa na cara! Eu ainda tenho que me virar nas peripércias do php 5.3 e copiar os arquivos alterados pra pasta de cada cliente… EU VIVO NO INFERNO!!! rsrsrsrs

  10. Eu utilizo o AppEngine da Google, testei a Google Storage e Firebase. Porem a questão do deploy, versionamento e custo me agradam bastante. O que gostaria de melhorar, seria fazer o deploy automatizado via alguma interface. Tem alguma ferramenta pra automatizar a parte do script no GCLOUD?

    • não sei de nenhum serviço que automatize isso especificamente, mas você pode usar uma dessas soluções de CI (como circle-ci ou travis-ci) pra fazer isso, chamando os scripts do build lá.

  11. Lucas Conrado

    Cara… vocês falando de FileZilla, Cpanel e todas essas paradas como algo dos anos 90.

    Eu fazia deploy assim até o ano passado 😂😂😂😂

  12. João Vitor

    Sou novo em desenvolvimento, atualmente estudo a área de c# .net-core, eu sempre tive essa duvida de como colocar um sistema web no ar sempre precisar da minha maquina local, esse podcast foi muito explicativo, muito obrigado !!.

    Eu dei uma olhada na careira de Devops da alura, fiquei surpreso como é útil esse tema. Se puderem incluir um curso de asp.net core com amazon c2 na Alura eu ficaria muito agradecido, porque apesar de haver uma boa doc da amazon, sempre tem alguma coisa que da para melhorar vendo os cursos.

  13. Bernardo Trindade

    Boa noite! O que sugerem de curso na Alura para quem não tem experiência em pôr algum sistema web no ar ?

Next ArticleDesenvolvimento de Jogos Indie - Hipsters #96