Startups, Ecommerce e Deploys – Hipsters #60

Ecommerce é uma força que movimenta a tecnologia. Conversamos com a turma da VTEX sobre plataforma, cloud, customizações e mercado brasileiro e mundial. Uma startup que virou corporação!

Participantes:

Produção e conteúdo:

  • Alura Cursos online de Tecnologia
  • Caelum Ensino e Inovação

Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

Leave a Reply

13 Comentários

  1. Luiz Costa

    Bom dia hipsters, como sempre ótimo episódio e vai ao encontro do Nerdtech, melhor linguagem aquela que funciona =), ou seja, cursos na Alura =D

  2. Ednaldo Dilorenzo

    Muito bom episódio! Mas acho que as vezes compensa ter um software in house quando vc precisa fazer BI na base de dados ou fazer experimentos que necessitem das informações internas. Caso contrário, acho que utilizar software pronto, principalmente SaaS é muito vantajoso.

  3. “O valor agregado do conhecimento de negocio é tão maior que o negocio de valor de você gastar um CPU ou meia, em termos de performance (…)”
    Achei isso aqui bem válido, é obvio que performance é importante, porém pra mim o valor de conhecimento de negocio não é uma feature, já perfomance sim!

    Bom episodio,
    Referência: https://blog.codinghorror.com/performance-is-a-feature/

  4. Rômulo Innocêncio

    Legal, interessante esse episódio mesmo. Aqui na Empresa usamos magento, eu faço o front-end das lojas, mas não é aquiloooooooo voodoo, magianegra, coisa mais básica. realmente não sei qual loja é uma boa saída para cada tipo de cliente. Magento, Shopify, Vtex, WooCommerce? Não sei se estou falando merda, mas e ai? Loja pronta que eu possa personalizas? hehe

    Outro detalhe, o que acham de um episódio só de performance Web, Gzip, Audits, Critical CSS, dicas e melhorias nesse contexto.

  5. Alexandre Silva

    Aqui na empresa fazemos diversas integrações com as plataformas ecommercers com nosso RP. Particularmente gosto muito da API da VTEX!!! Esperando sair a versão web service de cadastro de produtos haha

  6. Elliot

    A Vtex está correndo atrás para tentar se igualar por cima, mas está longe de ser tudo isso que foi exposto aqui.

    • Paulo Silveira

      Não tenho dúvidas que a vtex tenha seus shortcomings (apesar de não conhecer), como toda outra grande plataforma que nasceu na década passada. Nesses episódios dou espaço para as startups e empresas mostrarem seu melhor e também o que acham do mercado, da tecnologia que usam e sua história.

      • Elliot

        Sem dúvida, shortcomings é comum. Mas o discurso é falacioso, compreende? De fato a infra deles é bem pensada, a disposição em micro-serviços, etc… Mas para uma empresa de tecnologia, estão atrasados.

  7. Lucas Palma Stabile

    Então a VTEX tem um SaaS que seria o mesmo código para todos os clientes, e os mesmos acessam o serviço apenas pela internet, não localmente nos servidores dos clientes? Trabalhei em uma empresa que seguia um modelo semelhante, porém desenvolvíamos um software que podia ser instalado tanto nos nossos servidores ou nos servidores dos clientes.

    Comentaram no decorrer deste episódio sobre os requisitos, já que possuíam vários clientes e várias requisições, gostaria de saber mais como lidavam com isso. Já na minha empresa, se um grande cliente pedia geralmente era aceito a mudança, mesmo que tivéssemos que alterar bastante a estrutura do código para aparentemente um único cliente.

  8. Thiago Leite

    Bacana ter os clientes (todos os citados) da agência que trabalho servindo como exemplos de customização, vindo dos donos ainda!! #corebiz #semparar #oboticario #kroton #sempretemclientecorebiz

  9. Matteus Barbosa

    nah conteúdo vai de wordpress mesmo. integra tudo

Next ArticleTobias e a eterna renderização do After Effects – Vida De Hipster #04